Devemos Odiar o Governo Bolsonaro? Por Quê?

Tenho uma pergunta a fazer:

Por que a onda de ódio contra Bolsonaro e seu Governo é uma verdadeira estupidez?

Falarei por mim e não por “partido”, “igreja”, “associação” ou mesmo “qualquer grupo independente” – falo por mim, como Pastor, Professor, Naturologista, quase concluído Historiador e Administrador. Toda minha concepção intelectual e, sobretudo, espiritual, me guia nesta manifestação.

Eu tenho uma vida limitada e enquanto Deus (o Criador) me der alguns anos de vida, terei que “andar como Cristo andou” (1ª João 2:6) e “perseverando na doutrina dos apóstolos com orações” (Atos 2:42). Isto não é negociável para os cristãos de fato.

Ora, o que uma coisa tem que ver com a outra?

Basta ler 1ª Timóteo 2:1-3 e tudo serena na alma do cristão:

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas; pelos reis e POR TODOS QUE EXERCEM AUTORIDADE, PARA QUE TENHAMOS UMA VDA TRANQUILA E PACÍFICA, COM TODA A PIEDADE E DIGNIDADE. Isto é bom E AGRADÁVEL DIANTE DE DEUS, NOSSO SALVADOR”.

O texto começa com ANTES DE TUDO e termina com AGRADÁVEL DIANTE DE DEUS, NOSSO SALVADOR.

Por isto é uma completa estupidez, inimizade contra o Criador, e todas as consequências decorrentes de tal desiderato – ter uma atitude de ódio contra o Presidente Bolsonaro.

Ok, mas surge uma pergunta importante: “e se ele for um corrupto, que veio roubar, matar e destruir?” ele não se tornaria um “servo do Inimigo” que Jesus disse que veio para semear a desgraça em João 10:10? Nestes casos deveríamos apoiar um maldito carniceiro do Diabo?

De fato, está escrito no Salmo 101:4 que “um coração perverso se apartará de MIM; não conhecerei o homem mau”.

Os atos diários da vida, mensagens, obra e consequências de um Governo estão à luz do dia e da vida; qualquer um poderá ver e comparar as coisas, verificar se há roubo, mortes e destruição nas mãos de Bolsonaro (e seu Ministério), da mesma forma que somos informados por Antonio Palocci e outros delatores sobre os rombos imensuráveis praticados pela enorme quadrilha que estava no Poder antes dele. Isto qualquer um que se respeita e não vive preso à carnalidade de partidos e sacrificando no altar da estupidez a falta de noção sobre o que Deus fez ao Brasil NESTA QUADRA DE NOSSA VIDA (4 anos apenas de mandato) – e que eu continuarei orando para que prossiga por uma outra quadra seguinte e diz o seguinte:

“Quando o justo governa, o povo se alegra” (Provérbios 29:2).

Nunca o contrário!

Diante da tristeza pelas misérias que têm sido verificadas nas mãos de Regimes Totalitários Comunistas e Socialistas, qualquer pessoa com o mínimo de dignidade percebe que uma maldição enorme se estabeleceu naquelas terras; ao exemplo de Cuba, Venezuela, Coréia do Norte, Laos, Camboja, etc.

Ora, aplica-se o mesmo princípio? Sim. Sem qualquer desvio.

E por que Deus deu àquele povo um governo mal, perverso, defensor das maldades de Satanás e não os liberta?

Pelo motivo bem conhecido na própria Palavra de Deus. “Não deves acompanhar a multidão para maus objetivos.” (Êxodo 23:2) Por outro lado, andar com pessoas honestas, justas e decentes nos influencia para o bem (Provérbios 13:20).

O povo destas terras, em determinado momento, em sua maioria, em clamor geral, DECIDIU abandonar o caminho reto, a doutrina limpa, buscou vantagens amaldiçoadas, gente que não crê na Palavra de Deus, líderes que possuem pactos com o Diabo no seu comportamento nefasto e, nesta busca, escolheram diante de Deus os seus líderes que hoje conhecemos e vemos com clareza pública, foram servos daquele que veio roubar, matar e destruir.

O pior de tudo esta gente se posiciona convictamente que estes bastardos inglórios são homens de honra, ainda que os próprios juízes que eles nomearam para diversas instâncias dos Tribunais Superiores (TRF’s e STJ) com cuidado técnico pertinente, os condenem por unanimidade.

Disse Jeremias, depois de toda a explicação dada por Deus em Jeremias 14:

“Ah! Senhor! Conhecemos a nossa impiedade e a maldade de nossos pais; porque pecamos contra Ti. Não nos rejeites por amor do Teu Nome.” (Jeremias 14:21-22).

Em Jeremias 15 aprofunda-se o exemplo sagrado, em que Israel serve de exemplo para as mentes fracas e para os que não se dedicam a entender as coisas com seriedade. Pensam que se trata de uma intriga urdida na calada da noite por um reles Juiz de 1ª instância e sabe-se-lá como, um Deputado do baixo-clero sem dinheiro e odiado de toda a mídia, detestado por todos os Partidos, amaldiçoado pelo stablisment e que, com uma fortuna de R$1 milhão de reais convenceu 58 milhões de pessoas de suas ideias contra orçamentos conjuntos da ordem de mais de 1 bilhão de reais. Gente estúpida e que ama permanecer na estupidez. Verdadeiros dementes e idiotas!

Mas, segue o exemplo sagrado:

“Tu me deixastes, diz o Senhor e tornaste-te para trás; por isso estenderei a minha mão contra ti e te destruirei; já estou cansado de Me arrepender. E padejá-los-ei com a pá nas portas da Terra; já desfilhei e destruí o Meu povo; NÃO VOLTARAM DE SEUS CAMINHOS”. (Jeremias 15:6-7).

Graças à misericórdia divina, nós brasileiros, cristãos em nossa maioria esmagadora! De compleição CONSERVADORA e dedicados ao LIBERALISMO ECONÔMICO, sem perder nossa mínima noção de que cremos em Deus Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, buscamos nas eleições de 2017, com choro, oração, súplicas e grande aflição de espírito, diante do altar de Deus, que nos LIBERTASSE DO CAMINHO AMALDIÇOADO DE LULA, DO PETISMO, e de todos os asseclas de ligados ao seu séquito e fomos abençoados. Fomos livres de Ciro Gomes, Marina, etc.

Perseveremos em oração! Sejamos menos críticos!

Próximo passo? Orar pelo Congresso Nacional – para que tenhamos pensadores decentes e que apoiem a austeridade no Governo. Amém!

Peçamos ao Senhor que a Casa Executiva, liderada por Bolsonaro permaneça fiel aos princípios fundamentais de (1) não aceitar caixa-dois, (2) preservar ministérios técnicos, (3) não se desviar do liberalismo-econômico e (4) nunca afastar-se dos líderes cristãos que realmente buscam ao Senhor em oração dia-e-noite.

Quem não entender estas minhas palavras, que são descritas com simplicidade de coração e provém de alguém que é apenas um CPF entre tantos outros milhões e achar que se trata de um ataque ao espírito do mal; além de confirmar que é servo do mal, saiba que continuarei ao lado dos 58 milhões que se firmaram na verdade inexorável de que devemos continuar firmes em oração diária pelo Presidente em seus quatro anos de mandato, porque diante de Deus confessamos:

“Temei ao Senhor, vós, os seus santos, pois nada falta aos que O temem.” (Salmos 34:9).

Pastor Jean Alves Cabral

http://pastorjean.com.br

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas