O Que é Verdadeira Amizade?

Recebi uma mensagem de um nobre cidadão que dizia:

“Ninguém vive sem amigos, os amigos são essenciais na nossa vida, não importa as diferenças.”

É uma grande verdade que devemos viver próximos dos amigos, porém, faço uma ressalva acerca desta frase no que pertine às “diferenças”.

Em Amós 3:3 o profeta semítico há muito dizia:

“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?”

Em 1ª Coríntios 15:33 um dos fundamentos da doutrina cristã nos ensina:

“não se deixem enganar: as más companhias corrompem os bons costumes”.

Desde muito menino (13/a) até agora (51/a) tenho entendido que:

“em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão” (Provérbios 17:17).

Com estes valores na memória, permanentemente, observo com cioso cuidado, as pessoas que se aproximam de mim:

(1) com aproximação meramente interesseira e que só pensam em como podem obter alguma vantagem desta relação;

(2) oferecendo algo por simplicidade e com singeleza de coração – mas que precisam de ajuda;

(3) como doadores e abençoadores natos e não querem nada em troca;

(4) como os que são despretenciosos e possuem apenas a ‘alegria de estar’ juntos sem cobranças e nem favores.

A amizade é uma jornada em que as pessoas se motivam a participarem da vida um do outro, sem desrespeito, sem deslealdade ou abusos, sem mentiras e, sobretudo, com um compromisso de bem-querer ao outro, ainda que seja com uma oração sincera.

Não acredito em “amizade” sem critérios bem definidos em relação àquele indivíduo que se diz “meu amigo” – eu levei as duas últimas décadas para perceber isto e não tenho qualquer dificuldade em ser bem resolvido com isto.

Não me interessa a opinião contrária a respeito destes meus critérios – eu me guio por valores como santidade, integridade, temperança e aperfeiçoamento; porque só tenho esta vida limitada e meu tempo está acabando e não posso dedicá-lo a:

(1) especulação ociosa,

(2) gente vazia e que não tem interesse em profundidades por onde transito,

(3) que mente para si mesma e gosta de ‘um mimimi’ como dizem os jovens da atualidade e,

(4) nem quem vê um sujeito corrupto e ladrão dos cofres públicos e posa de dignidade porque não tem a honradez de mandar ao inferno tal larápio.

Posso tolerar e, por força do direito constitucional e universal, da fé cristã e da minha própria sinergia interior, posso estar no Mundo com tais indivíduos ao meu redor e não dar qualquer atenção a eles, nem atacá-los e ignorá-los —- mas, daí a serem meus amigos?

De jeito nenhum, de forma alguma eu os receberei em minha casa para comermos juntos!

Em 1ª Coríntios 5:10 o apóstolo Paulo diz que devemos suportar tais sujeitos porque senão: “seria necessário que saísseis do Mundo” – mas, ele também define com cuidado no verso 11:

“Entretanto, agora vos escrevo para que não vos associeis com qualquer pessoa que, afirmando-se irmão, for imoral ou ganancioso, idólatra ou caluniador, embriagado ou estelionatário. Com pessoas assim não deveis sequer sentar-se para uma refeição.”

Conheço covardes que dizem: “eu não quero confusão com ninguém” e vivem sempre em cima do muro – acoitam pilantras e canalhas em seu círculo de amizades; este tipo de sujeito eu cumprimento socialmente, mas não vou ao cinema ou converso sobre minha vida com ele.

Tenhamos critérios solenes para com nossas amizades porque o Mundo tem 7 bilhões e 500 milhões de pessoas e com toda certeza, dada à nossa limitação existencial, temos condições de encontrar, pedindo a Deus, pessoas que possam ser minimamente afinadas com esta nossa forma de viver com limpeza de corpo e alma e acima de tudo, construindo verdadeira paz interior.

Mas, se por um acaso, não tiver ninguém, fico com a frase do notável teólogo inglês Charles Spurgeon em sua reflexão de Josué 23:10 e disse:

Um homem que está com Deus é maioria, ainda que no outro lado haja mil.”

Deus nos ajude!

(Prof. Dr. Pr. Jean Alves Cabral – http://pastorjean.com.br)

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas